Mercabá

Ícone

Obras da Patrística

O Credo de Santo Atanásio

Fonte

Este credo, apesar do nome, foi divulgado por Santo Ambrósio e incluído na liturgia; é autêntica profissão de fé e é totalmente reconhecido pela Igreja Católica.

1. Quem quiser salvar-se deve antes de tudo professar a fé católica.

2. Porque aquele que não a professar, integral e inviolavelmente, perecerá sem dúvida por toda a eternidade.

3. A fé católica consiste em adorar um só Deus em três Pessoas e três Pessoas em um só Deus.

4. Sem confundir as Pessoas nem separar a substância.

5. Porque uma so é a Pessoa do Pai, outra a do Filho, outra a do Espírito Santo.

6. Mas uma só é a divindade do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, igual a glória, coeterna a majestade.

7. Tal como é o Pai, tal é o Filho, tal é o Espírito Santo.

8. O Pai é incriado, o Filho é incriado, o Espírito Santo é incriado.

9. O Pai é imenso, o Filho é imenso, o Espírito Santo é imenso.

10. O Pai é eterno, o Filho é eterno, o Espírito Santo é eterno. 11. E contudo não são três eternos, mas um só eterno.

12. Assim como não são três incriados, nem três imensos, mas um só incriado e um só imenso.

13. Da mesma maneira, o Pai é onipotente, o Filho é onipotente, o Espírito Santo é onipotente.

14. E contudo não são três onipotentes, mas um só onipotente.

15. Assim o Pai é Deus, o Filho é Deus, o Espírito Santo é Deus.

16. E contudo não são três deuses, mas um só Deus.

17. Do mesmo modo, o Pai é Senhor, o Filho é Senhor, o Espírito Santo é Senhor.

18. E contudo não são três senhores, mas um só Senhor.

19. Porque, assim como a verdade cristã nos manda confessar que cada uma das Pessoas é Deus e Senhor, do mesmo modo a religião católica nos proíbe dizer que são três deuses ou senhores.

20. O Pai não foi feito, nem gerado, nem criado por ninguém.

21. O Filho procede do Pai; não foi feito, nem criado, mas gerado.

22. O Espírito Santo não foi feito, nem criado, nem gerado, mas procede do Pai e do Filho.

23. Não há, pois, senão um só Pai, e não três Pais; um só Filho, e não três Filhos; um só Espírito Santo, e não três Espíritos Santos.

24. E nesta Trindade não há nem mais antigo nem menos antigo, nem maior nem menor, mas as três Pessoas são coeternas e iguais entre si.

25. De sorte que, como se disse acima, em tudo se deve adorar a unidade na Trindade e a Trindade na unidade.

26. Quem, pois, quiser salvar-se, deve pensar assim a respeito da Trindade.

27. Mas, para alcancar a salvacão, é necessário ainda crer firmemente na Encarnação de Nosso Senhor Jesus Cristo.

28. A pureza da nossa fé consiste, pois, em crer ainda e confessar que Nosso Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus, é Deus e homem.

29. É Deus, gerado na substância do Pai desde toda a eternidade; é homem porque nasceu, no tempo, da substância da sua Mãe.

30. Deus perfeito e homem perfeito, com alma racional e carne humana.

31. Igual ao Pai segundo a divindade; menor que o Pai segundo a humanidade.

32. E embora seja Deus e homem, contudo não são dois, mas um só Cristo.

33. É um, não porque a divindade se tenha convertido em humanidade, mas porque Deus assumiu a humanidade.

34. Um, finalmente, não por confusão de substâncias, mas pela unidade da Pessoa.

35. Porque, assim como a alma racional e o corpo formam um só homem, assim também a divindade e a humanidade formam um só Cristo.

36. Ele sofreu a morte por nossa salvação, desceu aos infernos e ao terceiro dia ressuscitou dos mortos.

37. Subiu aos Ceus e está sentado a direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos.

38. E quando vier, todos os homens ressuscitarão com os seus corpos, para prestar conta dos seus atos.

39. E os que tiverem praticado o bem irão para a vida eterna, e os maus para o fogo eterno.

40. Esta é a fé católica, e quem não a professar fiel e firmemente não se poderá salvar.

Arquivado em:Textos

4 Responses

  1. wagnermoura disse:

    Difícil de rezar esse credo… :) Agora, eu nunca tinha prestado atenção a isto: “não porque a divindade se tenha convertido em humanidade, mas porque Deus assumiu a humanidade”. Explicações?

  2. mercaba disse:

    Bem, Wagner, eu não sou muito capacitado para comentar o Símbolo de Atanásio, mas vou tentar… :-)

    Em primeiro lugar, o Credo não deve ser explicado; pelo menos não no sentido da filosofia natural, não como se explicam fenômenos que ocorrem no mundo físico. Isso não quer dizer que a fórmula do dogma seja um delírio subjetivo em que você acredita para se sentir bem: ela deve ser, fundamentalmente, entendida. E esse entendimento leva a sua vida inteira. Sendo assim, não vou responder à sua pergunta eu mesmo, mas deixar que as palavras de São Leão Magno lhe esclareçam:

    Asi pues, el Verbo, el Hijo de Dios, que en el principio estaba
    en Dios, por quien han sido hechas todas las cosas, y sin el
    cual ninguna cosa ha sido hecha (cfr. Jn 1, 1-3), se hace
    hombre para liberar a los hombres de la muerte eterna. Al tomar
    la bajeza de nuestra condición sin que fuese disminuida su
    majestad, se ha humillado de tal forma que, permaneciendo lo
    que era y asumiendo lo que no era, unió la condición de siervo
    (cfr. Fil 2, 7) a la que Él tenía igual al Padre, realizando entre las
    dos naturalezas una unión tan estrecha, que ni lo inferior fue
    absorbido por esta glorificación, ni lo superior fue disminuido
    por esta asunción. Al salvarse las propiedades de cada
    naturaleza y reunirse en una sola persona, la majestad se ha
    revestido de humildad; la fuerza, de flaqueza; la eternidad, de
    caducidad.

    Para pagar la deuda debida por nuestra condición, la
    naturaleza inmutable se une a una naturaleza pasible;
    verdadero Dios y verdadero hombre se asocian en la unidad de
    un solo Señor. De este modo, el solo y único Mediador entre
    Dios y los hombres (cfr. 1 Tim 2, 5) puede, como lo exigía
    nuestra curación, morir, en virtud de una de las dos naturalezas,
    y resucitar, en virtud de la otra. Con razón, pues, el nacimiento
    del Salvador no quebrantó la integridad virginal de su Madre. La
    llegada al mundo del que es la Verdad fue la salvaguardia de su
    pureza.

    Tal nacimiento, carísimos, convenía a la fortaleza y sabiduría
    de Dios, que es Cristo (cfr. 1 Cor 1, 24), para que en Él se
    hiciese semejante a nosotros por la humanidad y nos
    aventajase por la divinidad. De no haber sido Dios, no nos
    habría proporcionado remedio; de no haber sido hombre, no
    nos habría dado ejemplo. Por eso le anuncian los ángeles,
    cantando llenos de gozo: gloria a Dios en las alturas; y
    proclaman: en la tierra, paz a los hombres de buena voluntad
    (Lc 2, 14).

  3. Antônio Emílio disse:

    Caro Pedro,

    Se eu tivesse de escolher dois textos cristãos, fora a Sagrada Escritura, para levar comigo para sempre, eu escolheria Carta a Diogneto e este Credo. Atanásio coloca aqui toda a beleza, todo o mistério e todos os paradoxos do catolicismo.

    Como você bem sabe, o católico vive muito bem com seus paradoxos. Eles o protejem de todas as contradições dos pagãos. Quem disse isso foi Chesterton e Corção. Só posso concordar.

    Parabéns pelo belíssimo blog.

    Antônio Emílio.

    P.S. Não é por acaso que Santo Atanásio é um dos santos mais apreciados por C.S. Lewis. Dá para perceber na obra religiosa de Lewis toda a força de Atanásio. É só ler Mere Christianity.

  4. George Abreu disse:

    Esse credo, tem uma grande explicação, inspiração divina, esse sim é um credo, o maior de todos, e dita toda a verdade, Cristo é a sabedoria de Deus, sem dúvida nenhuma.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blogroll- Brasil

Blogroll- Portugal

Blogroll- USA

Hinos

Música Sacra - Natal

Música Sacra - Páscoa

Música Sacra - Quaresma

Música Sacra- Advento

Site Meter

  • Site Meter

Sites

Wordpress

%d blogueiros gostam disto: